EDUCAÇÃO INFANTIL

“[...] definem a criança como um sujeito histórico e de direitos, que brinca, imagina, fantasia, deseja, aprende, observa, experimenta, narra, questiona e constrói sentidos a natureza e sobre a sociedade, produzindo cultura” (DCNEI – Resolução CNE/CEB nº. 05/09, artigo 4º).

 

As explorações e elaborações acerca dos fenômenos estudados são alimentados pela curiosidade das crianças, que por meio de diferentes linguagens, podem alcançar um conhecimento de si e do ambiente, dos fenômenos físicos, da relações entre os seres vivos e as mudanças produzidas pelo homem.

Os primeiros anos de vida de uma criança são muito importantes para o seu desenvolvimento.

Em linhas gerais, podemos considerar que a Educação Infantil deve oferecer à criança condições de atividades de aprendizagem :

  • Conviver com outras crianças e adultos, em pequenos e grandes grupos, utilizando diferentes linguagens, ampliando o conhecimento de si e do outro, o respeito em relação à cultura e às diferenças entre as pessoas.

 

  • Brincar de diversas formas, em diferentes espaços e tempos, com diferentes parceiros (crianças e adultos), de forma a ampliar e diversificar suas possibilidades de acesso a produções culturais. [...] o estímulo ao desenvolvimento de seus conhecimentos, sua imaginação, criatividade, experiências emocionais, corporais, sensoriais, expressivas, cognitivas, sociais e relacionais.

 

  • Participar ativamente, com adultos e outras crianças, tanto do planejamento da gestão da escola e das atividades propostas pelo educador quanto da realização das atividades da vida cotidiana, tais como a escolha das brincadeiras, dos materiais e dos ambientes, desenvolvendo diferentes linguagens e elaborando conhecimentos, decidindo e se posicionando.

  • Explorar movimentos, gestos, sons, formas, texturas, cores, palavras, emoções, transformações, relacionamentos, histórias, objetos, elementos da natureza, na escola e fora dela, ampliando seus saberes sobre a cultura, em suas diversas modalidades: as artes, a escrita, a ciência e a tecnologia.

  • Expressar, como sujeito dialógico, criativo e sensível, suas necessidades, emoções, sentimentos, dúvidas, hipóteses, descobertas, opiniões, questionamentos, por meio de diferentes linguagens.

  • Conhecer-se e construir sua identidade pessoal, social e cultural, constituindo uma imagem positiva de si e de seus grupos de pertencimento, nas diversas experiências de cuidados, interações, brincadeiras e linguagens vivenciadas na instituição escolar e em seu contexto familiar e comunitário.

MATERIAL DIDÁTICO POLIEDRO

COLEÇÃO GRESSUS

 A coleção Gressus atende a crianças de 2 a 5 anos de idade e proporciona uma aprendizagem significativa, contextualizada e de qualidade para a primeira infância.

Referenciada na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), a coleção, traz como seu principal objetivo a valorização da criança no processo de aprendizagem, enfatizando a construção do conhecimento e as diversas linguagens que ela utiliza para se expressar.

Composição da coleção

A coleção Gressus apresenta materiais semestrais.

Kit 1º semestre –

•1 livro integrado (Linguagem oral e escrita, Linguagem Lógico-matemática, Natureza e sociedade, Artes, Corpo e movimento, Educação Física, Música e Inglês), 2 livros paradidáticos, Livro Meu registro de desenho e escrita e Educação Socioemocional (digital)

 

Kit do 2º semestre –

•1 livro integrado (Linguagem oral e escrita, Linguagem Lógico-matemática, Natureza e sociedade, Artes, Corpo e movimento, Educação Física, Música e Inglês), 2 livros paradidáticos e Educação Socioemocional (digital).

Manual de Educação Socioemocional

  Para garantir o desenvolvimento integral dos alunos nas esferas social e emocional, o Sistema de Ensino Poliedro elaborou o Manual de Educação Socioemocional, que apresenta orientações aos professores com base nas competências gerais previstas pela BNCC e propõe um trabalho contextualizado a partir das atividades do livro do aluno.